terça-feira, 3 de agosto de 2010


Com esse solzão não dá pra esperar algo melhor que uma praia com os amigos no fim da tarde, tocar uns reggaes na fogueira, namorar a menina que sai do mar!(...?)

Sabe que na praia do francês, a espuma brilha cor de prata às 16h?
Que na Jatiúca existe o fenômeno do silêncio do mar.

Não há como imaginar cenas bonitas como as que já vi. E tantas outras que passam aqui na cabeça. Pra, talvez, dividi-las com alguém.

É, estou me aproximando...

Um comentário:

  1. a gente se aproxima a cada passo dado, por menor que ele pareça ser. ;*

    ResponderExcluir

Espaço para exegese dos leitores; sinta-se à vontade para comentar!